terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Glutamina - As 5 perguntas mais frequentes

A glutamina é um suplemento multifacetado. Ajuda a regular a massa muscular, intervém ao nível do sistema imunitário, influencia a síntese da glucose e pode até melhorar o metabolismo da insulina.
A glutamina parece estar um pouco envolvida em tudo e podendo até ser considerado o aminoácido mais importante para os praticantes de musculação.

O que é a glutamina?
Sabemos que as proteínas são constituídas por aminoácidos. E que as melhores fontes de proteínas contêm as percentagens mais elevadas de aminoácidos essenciais. Lembre-se de que os aminoácidos essenciais são aqueles que precisa de obter a partir da alimentação. A glutamina, porém, é considerada “um aminoácido condicionalmente essencial”. O que será que isto quer dizer, pergunta você.
Curiosamente, a glutamina (não os hidratos de carbono nem as gorduras) é a fonte de energia preferida das células de divisão rápida, como são os enterócitos (células intestinais) e os linfócitos (um tipo de glóbulos brancos que se encontram no sangue). Além disso, este aminoácido desempenha uma função no equilíbrio ácido-base, como transportador de azoto e um precursor de importantes macro-molécula (por exemplo: proteínas, ácidos nucleicos). Sob determinadas situações (stress catabólico, nomeadamente), a glutamina pode ser necessária como parte importante da nossa dieta; daí o termo “aminoácido essencial condicional”.
A glutamina perfaz cerca de 61 por cento dos aminoácidos que formam a nossa musculatura esquelética. A perda de glutamina muscular pode ser um sinal de catabolismo muscular. Por isso, é fundamental que se mantenham as suas reservas, a nível intramuscular.

A glutamina afecta o sistema imunitário?
Apesar das pesquisas realizadas nesta área, permanece ainda alguma confusão. Foi demonstrado que o exercício físico intenso provoca uma queda nos níveis sanguíneos de glutamina. Recorde-se que a glutamina é usada pelas células do sistema imunitário.
Teoricamente, faria sentido dizer que níveis baixos de glutamina têm um impacto negativo na resposta imunitária. Agora, um estudo recente revela que a suplementação com glutamina não tem efeitos sobre o metabolismo dos linfócitos de ratos “exercitados”.
Divergências à parte, eis por que parece válida a suplementação com este aminoácido para ajudar o sistema imunitário. Per si, parece não influenciar, o que se deve ao facto de o sistema imunitário estar provavelmente a “roubar” glutamina de todas as partes da nossa musculatura esquelética. Pensando bem, o que pesa mais na sobrevivência do corpo: ter grandes músculos ou um sistema imunitário saudável? Sei que pode soar a blasfémia para os culturistas, mas deve ser óbvio que a preservação da função imunitária é mais importante.
Portanto, precisamos de ingerir glutamina para evitar que o sistema imunitário utilize as reservas deste aminoácido dos nossos músculos, protegendo, desta forma, a massa muscular.

Glutamina: como aumenta a massa muscular?
A capacidade para preservar a massa músculo-esquelética em situações de stress é talvez a sua qualidade mais conhecida. Por exemplo, após uma cirurgia como a colocação de uma prótese da cabeça do fémur, a suplementação com glutamina numa nutrição parenteral (intravenosa) atenua a perda de aminoácidos livres do músculo-esquelético. Existem estudos científicos que demonstram que a manutenção de níveis elevados de glutamina intramuscular é essencial para prevenir a degeneração dos músculos.
A nível molecular, a glutamina parece exercer os seus efeitos ao prevenir a perda de uma proteína específica chamada miosina de cadeia pesada (MHC). A MCH é a proteína do músculo-esquelético que determina as suas propriedades contrácteis. Após uma grande cirurgia, o stress que o corpo experimenta é tremendo. Mas um treino intenso de resistência também expõe o organismo a um enorme stress.
É provável que os mesmos princípios fisiológicos se apliquem nestas duas perturbações físicas. Por isso, em ambos os casos, será prudente recorrer à suplementação com glutamina de forma a prevenir uma potencial perda de proteína muscular.

A glutamina afecta o metabolismo do açúcar?
O efeito da glutamina no metabolismo da glucose (açúcar) não tem recebido muita atenção do mundo do culturismo. E na verdade, um estudo muito recente da universidade de Rochester demonstrou a importância da glutamina como reguladora da gluconeogétiese (formação de glucose). A investigação descobriu que a infusão de glutamina em seres humanos, resultava numa conversão de glutamina em glucose. Este processo ocorreu sem qualquer alteração da insulina ou do glucagon, as principais hormonas reguladoras da glucose. A conversão de glutamina em glucose aconteceu provavelmente nos rins e não no fígado que é o regulador primário da produção de glucose.
Então, como é que isto afecta os praticantes de culturismo? A glutarnina pode influenciar, por exemplo, a perda de gordura que um culturista pode atingir em pré-competição. Siga o raciocínio. Parte da dificuldade em conseguir-se baixar significativamente os níveis de gordura corporal através da dieta está relacionada com as hormonas reguladoras da glucose, a insulina e o glucagon. Geralmente, pretende-se minimizar os níveis de insulina segregada de forma a inibir o depósito de gordura nas células adiposas. Mas a verdade é que a ingestão reduzida de glucose ou de hidratos de carbono pode resultar na proteólise (degradação de proteínas) muscular pois, corno se sabe, a glucose tem um efeito “protectoror” sobre a proteína. Dai a importância da glutamina. Ela pode converter-se em glucose. O que é uma boa notícia para o cérebro, para o qual a glucose pode contribuir como fonte de energia (para que não nos sintamos tão irritáveis), podendo também ajudar a preservar massa muscular. Para além disso, dado que a conversão de glutamina em glucose não resulta num aumento dos níveis de insulina, não se obterá o efeito lipogénico que a insulina produz.
Portanto, se estiver a fazer uma dieta com o objectivo de eliminar gordura corporal para tentar atingir níveis de definição muscular normalmente observados no culturismo de competição, poderá ser sensato investir numa boa dose de glutamina.

A glutamina ajuda a regular o peso corporal?
Sim! Num estudo em que ratos foram alimentados à base de uma dieta rica em gordura, ficou demonstrado que a suplementação com glutamina afectou a quantidade de gordura que estes pequenos animais ganharam.
Nesta investigação, quer uma suplementação com glutamina, quer com alanina, numa dieta rica em gorduras resultou num baixo ganho de peso corporal quando comparada com uma dieta só rica em gordura. Estas dietas eram constituídas por cerca de 45 por cento, de gordura, 36 por cento de hidratos de carbono e o restante em proteína. Refira-se que esta percentagem de gordura é semelhante à consumida por muitos americanos com excesso de peso. A glutamina, por si só, também baixou os níveis de glucose e de insulina no sangue destes ratos consumidores de gordura.
Tratam-se de descobertas que podem ser importantes para quem tenha predisposição para a obesidade ou diabetes.
Seria útil experimentar glutamina em diabéticos para determinar se a regulação da glucose sanguínea é estimulada e examinar se este versátil aminoácido pode controlar o peso corporal em indivíduos com excesso de gordura.
Dados os estudos que têm demonstrado a segurança de doses elevadas de glutamina, é possível que investigações futuras proporcionem mais suporte científico ao uso da glutamina no combate à diabetes e obesidade.



segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Recupere dos excessos de Natal

Neste Natal cometeu alguns excessos?
Não se preocupe, aceite as sugestões da eNetural para voltar à sua boa forma física. Comprove que não estamos quadrados deste Natal, pelas descrições dos produtos.
 

San Pure CLA 1250
Pure e Sanplesmente dos melhores CLA no mercado.


 

Extreme Cut Energy 
Depois de ter feito o Cut do Perú, ganhe Extreme Energy para queimar os excessos.

 


Emagril Termogénico
Com L-Carnitina, Café Verde e Chá Verde.
Café e chá a melhor forma de combater os abusos das sobremesas.

 

Pack 3 Ecodiet AmpolasCom o que andou a comer nestes dias, precisa mesmo de um Pack de 3! Ou pelo menos dá para partilhar com a família toda.

 


Xarope Seiva 1 L - Poupe 5€
Vai precisar de ajuda para moderar esse apetite nesta época pós Natalícia, nada como um Xarope de Seiva.


 


USN Xédra Cut XT - 100cáps.
Xédra Warrior Termogénico. Garantido para matar as gorduras parasitas.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Porque o Natal é global como a eNetural!

Neste Natal surpreenda todas as pessoas que estão ao seu redor, envie uma mensagem a desejar FELIZ NATAL, sem olhar ao idioma seja ele português, japonês, grego, francês, russo, tailandês…

Albanês - Gëzuar Krishtilindjen
Alemão - Frohe Weihnachten
Arménio - Shenoraavor Nor Dari yev Pari gaghand
Árabe - Mboni Chrismen
Basco - Zorionak
Bielorrusso - Winshuyu sa Svyatkami
Bósnio, Croata, Sérvio - Sretan Božić
Búlgaro - Vessela Koleda
Castelhano - Feliz Navidad ou Felices Pascuas
Catalão - Bon Nadal
Checo - Vesele Vanoce
Chinês - Sheng Tan Kuai Loh
Chinês (Taiwan) - Kung His Hsin Nien bing Chu Shen Tan
Cingalês (Sri-Lanka) - Subha nath thalak Vewa, Nathar Puthu Varuda
Coreano - Chuk Sung Tan
Dinamarquês - Glaedelig Jul
Eslovaco - Vesele Vianoce
Esloveno - Srecen Bozic
Esperanto - Gajan Kristnaskon
Filipino - Maligayang Pasko
Finlandês - Hyvää joulua
Francês - Joyeux Noël
Galês - Nadolig Llawen
Georgiano - Kristas Shobas
Grego - Καλά Χριστούγεννα (Eftihismena Christougenna)
Groenlandês - Glædelig Jul, Juullimi Ukiortaassamilu Pilluarit
Hebreu (Israel) - Mo'adim Lesimkha
Hindu (Índia) - Shub Christu Jayanti
Holandês - Prettige Kerstfeest
Húngaro - Boldog Karácsonyt
Inglês - Merry Christmas ou Happy Christmas
Islandês - Gleðileg Jól
Italiano - Buon Natale
Japonês - Merii Kurisumasu (adaptação de Merry Christmas)
Letão - Priecigus ziemassvetkus ou Laimigu Jauno gadu
Lituano - Laimingu Kaledu
Macedónio - Sreken Božić
Mandarim - Kung His Hsin Nien
Moldavo - Craciun fericit si un An Nou fericit
Neerlandês - Zalig Kerstfeest ou Prettige Kerstdagen
Nepalês - Krist Yesu Ko Shuva Janma Utsav Ko Upalaxhma Hardik Valthukkal Shuva
Norueguês - Gledelig Jul
Polaco - Boze Narodzenie
Português - Feliz Natal
Romeno - Sarbatori Fericite
Russo - S prazdnikom Rozdestva Hristova
Samoês - Manuia Le Kirisimasi
Servo-croata - Sretan Bozic
Sueco - God Jul
Tailandês - Ewadee Pe-e Mai
Turco - Yeni yiliniz kutlu olsun
Ucraniano - Veseloho Vam Rizdva
Ugandês - Webale Krismasi
Vietnamita - Chuc mung Giang Sinh

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Não sabe? Nós sabemos...

É natural que tenha dúvidas sobre a nutrição e a suplementação.

Neste mercado onde todos os dias aparecem produtos novos, é muito difícil saber qual a que resulta melhor. Para combater esta sensação de incerteza abrimos aqui um espaço para poderem fazer todas as perguntas que acharem pertinentes e que prometemos responder com a maior brevidade possível.

Com esta nova ferramenta acrescentamos ao nosso chat e atendimento personalizado um serviço de contacto com os nossos clientes, num esforço permanente de estar cada vez mais próximo e com uma oferta melhor.

Desafie-nos com as suas perguntas. Prometemos surpreender!

sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

10 ideias para aumentar a actividade física



Uma a uma, estas atitudes vão fazer a diferença, na balança e na sua saúde.


São as pequenas mudanças que fazem as grandes alterações.



Deixe o carro em casa!
Substitua-o pela bicicleta ou outro veículo sem motor. Se tiver tempo, porque não caminhar até ao seu destino? Numa época em que tanto se fala de exercício físico, crise e poluição, nada como deixar o carro em casa para aumentar os seus níveis de actividade física diária, ao mesmo tempo que economiza nos combustíveis e poupa o meio ambiente. Estude as opções possíveis, de acordo com a sua agenda, torne desde já o seu estilo de vida mais activo, saudável e económico!

Utilize um pedómetro
Quantos passos dá num dia normal?
Compare com o nível de actividade física recomendado:
- 8-10 anos: 12 a 16 mil;
- 20-40 anos: 7 a 13 mil;
- 50-70 anos: 6 a 8500 mil;
- Adultos com deficiências motoras ou doenças crónicas: 3 a 5 mil.

Quando precisar estacionar o seu veículo, procure um lugar um pouco mais longe
Quantas vezes procuramos um lugar para estacionar o carro mesmo no centro da cidade, à porta de casa ou junto à entrada da praia; e quantas vezes perdemos imenso tempo nessa busca? Nos limites de segurança e sempre que possível abdique do comodismo, procure um estacionamento numa zona mais afastada do local onde se dirige e caminhe o restante percurso a pé.

Prefira carregar várias vezes pouca carga
Quando tiver de carregar as compras ou outros objectos, é preferível fazer vários percursos com menos carga do que carregar peso excessivo. Além de beneficiar de um maior nível de actividade física, também irá reduzir a sobrecarga do peso sobre as suas articulações, inclusivamente sobre a coluna vertebral, podendo prevenir lesões graves. Lembra-se que, em nome da saúde, todos os segundos em actividade física contam no final do dia.

Utilize as escadas
Quantas vezes as escadas rolantes estão cheias de pessoas e as escadas pedestres estão vazias? Quanto tempo perdemos à espera do elevador? Vai poupar tempo e aumentar os seus níveis de actividade física se utilizar as escadas em vez dos meios mecânicos. Se sentir demasiado cansaço pode começar por lanços de escadas mais curtos e subir só 1 ou 2 andares, ou utilizar as escadas apenas para descer. Por exemplo, se morar no 5º andar, comece por subir até ao primeiro andar do seu prédio e progressivamente vá aumentando o Nº de andares.

Aproveite para sair do sofá e tratar de algumas tarefas pendentes
Não uma investida até ao frigorífico, mas tarefas que incluam actividade física informal, como fazer actividades domésticas, participar nas brincadeiras dos seus filhos, ir à casa de banho, ir passear o cão à rua… Pode parecer insignificante, mas acredite que se somar no final do dia todos os momentos que preferiu mexer-se em vez de ficar parada, vai surpreender-se.

Dance, dance, dance
Em casa, porque não tornar as suas actividades domésticas mais divertidas ao som da música e dançar? Depois do trabalho é uma forma de aliviar o stress e divertir-se, ao mesmo tempo que aumenta a actividade física. Além dos vários efeitos benéficos a nível físico, a dança desenvolve o bem-estar físico e mental e faz com que se sinta bem no seu corpo e na sua vida!

Durante o dia, procure alongar os músculos
Cada vez são mais frequentes os casos de problemas de coluna, provocados por actividades profissionais sedentárias e más posturas ao computador. Associadas a estes desvios posturais estão geralmente mais perturbações orgânicas, como enxaquecas, dores nos membros inferiores e superiores. Previna esses problemas levantando-se da cadeira pelo menos uma vez em cada hora, realizando alguns alongamentos para a região peitoral, região dorsal, lombar e cervical. Espreguice-se como se estivesse a acabar de acordar!

Antes ou depois do trabalho ou na hora do almoço, passeie pelo parque e dê uma volta rápida
O importante é que seja acessível, seguro e regular. Muitas vezes acomodamo-nos com a nossa rotina e não consideramos as oportunidades mais breves como possibilidades de praticar exercício. Segundo o American College of Sports Medicine (2007), para uma pessoa sedentária, bastam 30 minutos diários de marcha a um ritmo moderado para que se obtenham melhorias nos parâmetros de saúde. Se não puder dispor de 30 minutos de forma contínua faça em fracções de 3x10 ou 2x15.

Ao fim-de-semana substitua as suas actividades de lazer sedentários por actividades ao ar livre
Convide os seus amigos para praticar um desporto, ou leve a sua família a passear num parque ou à beira mar. Leve os seus filhos, ou o seu cão e brinque com eles. Cada vez a oferta é maior: procure uma actividade que lhe interesse e que exija uma componente física. Incentive os seus amigos ou colegas de trabalho a praticar exercício em grupo, seja no ginásio ou no exterior. Todas as actividades espontâneas também contribuem para um estilo de vida mais activo.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

7 Pecados de Natal



Sabemos que não vai resistir a algumas “ofensas” nutricionais. Neste Natal, o que lhe propomos é que escolha apenas um destes pecados por dia, num acto de contrição, que lhe vai poupar muitos quilos na balança.


Broas
Fazem parte dos usos e costumes da boa tradição culinária e ornamentam a mesa de Natal de norte a sul do país. Antes de provar as suas favoritas (mel, milho, castelar), lembre-se que elas contêm a mistura explosiva que alimenta o pneu da cintura: farinha, açúcar, gordura, geralmente em excesso.
Duas por dia são suficientes para adoçar o seu Natal.

Chocolates
Já sabemos que o chocolate não é um dos piores pecados. Para além de ser um alimento antioxidante, é rico em magnésio e tem efeito estimulante. Mas lembre-se que mais de 50% da sua composição é açúcar, pelo menos que as calorias são muitas. Limite o consumo a cerca de 20 gramas diárias.
Lembra-se das figurinhas do Pai Natal em chocolate para enfeitar a árvore? Por serem ocas, constituem uma boa alternativa à tablete. Sempre satisfaz a vontade e engana o estômago.

Fritos de Natal
Quem resiste às azevias, filhoses e rabanadas? A tentação dos fritos de Natal mantém-se acesa em lume quente, muito açúcar e excesso de gordura.
Experimente vestir o avental e mudar as receitas tradicionais: reduza para metade o açúcar, utilize apenas farinhas integrais, troque o leite gordo por leite de soja e polvilhe com mais canela do que açúcar. Para fritar, prefira óleo de amendoim, que é de origem vegetal e aguenta altas temperaturas sem se deteriorar.

Doces
Uma rápida revista pela lista de ingredientes mostra que não há absolvição possível para o abuso de doces no Natal: nata, margarina, açúcar, leite condensado, farinha… Fuja do tronco de Natal, arroz doce e pudim de ovos. Se a gula não perdoar, encare estes pratos como snacks e não como finais de refeição e prefira os mais saudáveis, como gelatina ou a salada de frutas.

Frutas cristalizadas ou desidratadas
Sexismos à parte, prefira sempre o bolo-rainha ao bolo-rei. Pode ter de procurar em mais pastelarias, mas a opção preguiçosa de se ficar pelo primeiro bolo-rei que encontrar pode custar alguns dissabores na balança. As frutas cristalizadas passam por um processo que lhes tira a água e acrescenta açúcar, aumentando significativamente o seu valor calórico. Está explicado o pecado.

Bebidas alcoólicas
Se não existirem contra-indicações médicas, nada contra um ou dois copos de vinho. No último dia do ano, não fique com inveja dos seus amigos e junte-se ao brinde de champagne. Mas pare no final do primeiro flute: esta bebida francesa é gaseificada através de processos artificiais e pode causar complicações gástricas. Whisky, rum e bebidas destiladas são também menos aconselhados do que a cerveja ou o vinho do Porto.

Enchidos e queijos
Grandes teores de gordura condimentam os enchidos que as mesas portuguesas apresentam em versão buffet. O presunto é permitido, se tirar a gordura visível. É sempre melhor acompanhá-lo de melão à entrada do que “apertá-lo” entre duas fatias de pão. Para os devotos do queijo, alerta-se para a gordura… mas se a vaidade de ter uma tábua de queijos à mesa for superior ao chamamento de um menu saudável, prefira os frescos, magros (-20% de matéria gorda) ou requeijão.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Tem falta de Chá?



Sabia que após o consumo de apenas uma chávena de chá, a protecção antioxidante do corpo humano aumenta nas duas a três horas seguintes?



As diversas variedades de chá são todas elas provenientes da mesma planta, a Camelia sinensis, que recebem depois vários tipos de tratamento.

Chá branco: a saúde agradece
No chá branco, são utilizados só os botões em rebentamento, ou seja, o topo de cada novo ramo; as folhas são apenas secas ao ar, sem qualquer outro tipo de tratamento.
Para os investigadores que apresentaram o chá branco no 219º encontro nacional da American Chemical Society, este chá pode conter níveis de polifenóis equivalentes ou mesmo superiores aos do chá verde, sendo por isso mais eficaz, nomeadamente no combate ao cancro. Muitos dos polifenóis mais importantes (as catequinas) oxidam ou são destruídos no processamento do chá: e o branco é dos que sofre menor processamento de todos, seguido do verde.

Chá verde: o super alimento
Testado por investigadores norte-americanos, com cerca de 22 alimentos comuns, conhecidos pelas suas capacidades antioxidantes, o chá verde foi considerado o melhor alimento na protecção do corpo humano contra os radicais livres (moléculas instáveis que, deixados sem controlo, atacam as nossas células e o nosso DNA, causando doenças). Só para ter uma ideia, a mais importante catequina presente no chá verde, a Epigalo-catequino-galato (EGCG), tem uma capacidade antioxidante cerca de 200 vezes superior à da vitamina E, e que uma chávena de chá verde contém cerca de 200 mg de EGCG, em média.
Este chá mostra vantagens marcadas na prevenção e tratamento de problemas cardiovasculares, cancro, excesso de peso e atraso do processo de envelhecimento, de forma global.

Chá oolong: beber para emagrecer
Depois da secagem das folhas, segue-se um processo de fermentação curto, interrompido pelo calor, e posterior embalagem; é, portanto, um chá semi-fermentado, entre o chá verde e o chá preto, mantendo algumas características terapêuticas. O chá oolong é sobretudo destacado como uma ajuda na perda e manutenção do peso. Estudos referem que pode aumentar o metabolismo. Na investigação desenvolvida por Masatoshi Nakano, médico japonês do Instituto médico Aichi, o consumo deste chá foi não só associado a uma redução de gordura, como também a um rejuvenescimento dos órgãos internos.

Chá preto: resista ao stresse
Um estudo publicado na revista científica Psychopharmacology por investigadores britânicos descobriu que as pessoas que bebiam diariamente chá preto (quatro chávenas, durante seis semanas) conseguiam recuperar mais rapidamente do stresse do dia-a-dia. Os participantes apresentaram níveis inferiores da chamada hormona do stresse no sangue, o cortisol.    
As folhas de chá são secas, fragmentadas para acelerar a oxidação e permitir uma maior fermentação; posteriormente a oxidação é interrompida pela “cozedura” das folhas, de forma a reduzir a humidade das mesmas; podem obter-se diferentes sabores por uma maior ou menor fermentação e tratamento das folhas.

Chá vermelho: boa digestão
Também designado por pu-erh, é obtido submetendo as folhas de chá a um processo de fermentação especial; não se deve confundir com a infusão de rooibos, planta originária da África do Sul e também vulgarmente designada por chá vermelho. É muito aplicado em tratamentos de beleza e de perda peso. Mas outras razões, para além das adelgaçantes e desintoxicantes, convidam a encher a chávena: o chá vermelho parece acelerar o metabolismo do fígado, melhorar o colesterol e facilitar a digestão. É ainda apontado como um suave antidepressivo.

terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Mádara e La Clarée agora na eNetural

Mádara e La Clarée - Líder em Cosmética Biológica chega a Portugal.
Aproveite os nossos conjuntos de Natal. E lembre-se que os melhores presentes são os que damos a nós próprios!

Mádara

Mádara é uma marca de cosmética biológica certificada pela Ecocert que nos chega do Norte da Europa, que conseguiu preservar até hoje muitos dos seus locais selvagens imaculados, assegurando desta forma a manutenção da sua diversidade de flores e plantas.
A Mádara oferece uma gama completa de produtos de rosto e corpo elaborados a partir de ingredientes activos extraídos de plantas e ervas da região do Báltico.
Produtos:
» Conjunto Regenerante - Mádara
 
La Clarée

Cosmética biológica certificada que respeita valores essenciais que vão desde o cuidado na selecção dos ingredientes à embalagem, passando pelos processos e técnicas de fabrico.
A linha Oliv´, desenvolvida pela La Clarée é, essencialmente antioxidante, com o objectivo de nutrir e restaurar a luminosidade natural da pele. Esta linha combina as propriedades antioxidantes milenares das folhas de oliveira com o complexo anti radicais livres e hidratante composto por extractos de chá verde, aloé vera e edelweiss.
Produtos:

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Andar ou Correr?



A prática regular de actividades físicas é um dos hábitos mais saudáveis que se pode recomendar.

Inúmeras doenças que comummente acometem os habitantes das grandes cidades, com hábitos de vida cada vez mais sedentários, poderiam ser evitadas caso se pudesse dispensar 30 ou 40 minutos, pelo menos 3 dias por semana, à realização de exercícios físicos.

No entanto, apesar de grande parte da população ter consciência desse benefício, ainda é pequena a parcela dos praticantes regulares de exercícios. Talvez uma das razões para que isso aconteça, seja a tentativa de iniciação à prática de exercícios sem uma orientação adequada.

Andar ou correr? Esta, com certeza, ainda é uma dúvida que, principalmente os iniciantes, frequentemente apresentam.

Na realidade, para a grande maioria das pessoas, correr seria uma actividade totalmente inadequada, para que os benefícios do exercício possam ser obtidos. O exercício, para ser eficaz e sobretudo seguro, deve ser mantido continuamente por pelo menos 30 minutos com boa tolerância, ou seja, com sensação de conforto durante sua realização. Correr confortavelmente por 30 minutos contínuos é prerrogativa de indivíduos treinados.

As pessoas sedentárias, devem obrigatoriamente iniciar sua actividade física andando por 30 minutos contínuos, pelo menos 3 dias por semana. A sequência regular, após as primeiras semanas de adaptação dará a sensação de melhora progressiva da resistência física e, consequentemente, a percepção da necessidade de andar cada vez mais acelerado para se atingir o mesmo nível de esforço subjectivo. Esse processo progressivo de adaptação trará cada vez mais benefícios a médio e longo prazo.

É previsível que após várias semanas de prática regular já esteja a correr confortavelmente durante 30 minutos contínuos.

Certamente a par dessa evolução de aptidão física, terá inclusive mudado hábitos de vida. Uma pessoa fisicamente activa melhora a sua auto-estima, previne doenças, e consequentemente melhora sua qualidade de vida.

Ande, para poder Correr!

sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

Plano Alimentar Termogénico

O Plano Termogénico deve ser feito em duas fases.
Na primeira, destinada a resolver a resistência à insulina causada pelo excesso de hidratos de carbono simples (os "maus") ingeridos ao longo da vida, devem consumir-se preferencialmente amplas porções de proteínas, boas gorduras e hidratos de carbono com baixo indice glicémico, como os vegetais.
Na segunda deve acrescentar gradualmente os alimentos proibidos, como o arroz, pão, batatas, cereais, fruta, chocolate, e até o vinho.

O que é a Termogénese?
Já pensou porque razão os animais que hibernam no Inverno não morrem de frio? A responsável é a termogénese, um conjunto de processos bioquímicos e metabólicos que acontece no tecido adiposo, através do qual o corpo produz e mantém a sua temperatura. Aumentar a termogénese permite queimar mais gordura durante o período de repouso, e não necessariamente durante a actividade física.

Queimar gordura mesmo em repouso?
E este é o segredo. Acelerar o metabolismo utilizando a gordura como fonte de energia permite gastar mais calorias sem aumentar o nível de actividade física. Não queremos, com isto, fazer um convite ao sedentarismo. Mas tenha em mente que, para perder apenas 1 quilo de gordura, são necessárias cerca de 4 a 6 semanas de corrida ou marcha, 3 vezes por semana, durante 40 minutos.
Mesmo para pessoas fisicamente muito activas, a actividade física representa apenas cerca de 30% do dispêndio energético diário.

Como aumentar a termogénese através da dieta?
1 - Aumentar o consumo de proteínas.
As proteínas são os principais constituintes do nosso músculo; carências deste nutriente podem levar à degradação e destruição muscular. Dietas ricas em proteínas (especialmente as do soro do leite) e baixas em hidratos de carbono, promovem a degradação de gorduras pelo aumento da termogénese, contribuindo por isso para uma maior redução da gordura corporal, favorecendo a definição muscular.
2 - Escolha as melhores gorduras.
Todas as gorduras nas nossas dietas foram inicialmente condenadas. A realidade é que, tal como nos hidratos de carbono, existem vários tipos de gorduras. A gordura mais conhecida e mais comum nas carnes gordas e lacticínios é a gordura saturada, que é totalmente desaconselhada, tal como as gorduras trans que se encontram nas margarinas, bolachas, massas folhadas e similares. Mas existem gorduras benéficas, como as gorduras insaturadas e as polinsaturadas não hidrogenadas (não trans).
3 - Comer várias vezes ao dia.
Esta é uma regra básica para se promover a termogénese – quando comemos obrigamos o organismo a despender energia. Até cerca de 10% do que gastamos diariamente pode ser proveniente deste trabalho de digerir, absorver e metabolizar os nutrientes.
4 -Tome um bom pequeno-almoço.
"Saltar" o pequeno-almoço significa que passa mais de 12 horas sem comer. O seu organismo entende isto como um sinal de que está a passar fome e, como protecção, faz baixar o metabolismo.
5 -Depois de comer, mexa-se.
Uma pequena caminhada 10 minutos após a refeição pode efectivamente aumentar a termogénese, ajudando o seu corpo a gastar até 10% mais calorias do que o normal durante a digestão.

Como acelerar a termogénese através da dieta?
O programa Ecoclinic recomenda uma dieta em duas fases. Na primeira, destinada a resolver a resistência à insulina causada pelo excesso de hidratos de carbono simples (os "maus") ingeridos ao longo da vida, devem consumir-se preferencialmente amplas porções de proteínas, boas gorduras e hidratos de carbono com baixo indice glicémico, como os vegetais. Aconselhamos o maior número de refeições diárias possíveis (três refeições principais, lanche a meio da manhã, um a dois lanches durante a tarde e ceia). Proibidos estão o pão, o arroz, as batatas, massa, bolos, fruta, doces, bolos, bolachas, gelado ou açúcar. E ainda as bebidas alcoólicas, incluindo cerveja e vinho.

Dieta Termogénica
Pequeno-Almoço
- 1 queijo fresco pequeno pouco gordo
- 1 chá/infusão de plantas (sem açúcar)
Meio da manhã
- 1 batido StartSlim Shake (2 medidas cheias (23g) a 150 ml de água ou 250 ml de leite magro)
- 15g de frutos secos
Almoço
- Sopa de legumes (sem batata e cenoura)
- 1 posta de peixe grelhado (130g)
- Salada variada, temperada com 1 colher de sobremesa de azeite
Primeiro Lanche (1 hora antes do treino)
- 1 batido StartSlim Shake (2 medidas cheias (23g) a 150 ml de água ou 250 ml de leite magro)
Segundo lanche (imediatamente após o treino)
- 15g de frutos secos
- 1 iogurte natural sólido
Jantar
- 1 sopa de legumes (sem batata e cenoura)
- 1 bife de peru grelhado (120g)
- Salada temperada com 1 colher de sobremesa de azeite
Ceia
- 1 copo de leite magro (200ml)

Esta dieta, apesar de apresentar bons resultados e conduzir a uma considerável perda de volume, não é fácil de manter a longo prazo. Por isso, na segunda fase, a esta dieta-tipo acrescentam-se gradualmente os alimentos proibidos, como o arroz, pão, batatas, cereais, fruta, chocolate, e até o vinho. A reintrodução é progressiva e lenta, alimento a alimento, começando pelos hidratos de carbono mais saudáveis, como a fruta, o pão integral e de mistura, o arroz integral, batata-doce.

Suplementos que devem acompanhar o Programa
- StartSlim Shake – a meio da manhã e ao primeiro lanche.
- Mega CLA – 2 comprimidos ao almoço e 2 comprimidos ao jantar.
- Extreme Cut Energy – 2 comprimidos antes do pequeno-almoço e 2 comprimidos antes do almoço.
- L-Carnitina Líquida 2g – apenas se praticar exercício físico e nos dias em que pratica. Tomar 1 shot 1H antes do exercício.

Sugestão
Deve acompanhar este programa com a prática de actividade física, um dos principais estimulantes do metabolismo. Nesta fase, o tipo de exercício mais recomendado é a marcha, a corrida lenta (passadeira, p.ex) ou a bicicleta, 30 a 40 minutos por sessão, 3 a 4 vezes por semana.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Receita de Natal - Filhoses

Nesta época festiva, as filhoses não devem faltar na mesa.
Experimente! São deliciosas e fáceis de fazer.


Ingredientes (15 Filhoses)
1 laranja, raspa e sumo
250 g abóbora (já escorrida)
500 g farinha
1 colher vinho do porto ou aguardente (opcional)
2 colher de sopa geleia de milho
1 colher de chá de fermento
1 pitada de flor de sal

Passo a passo…
- Coza a abóbora com uma pitada de flor de sal e escorra-a bem.
- Junte a farinha, o fermento, a raspa e o sumo da laranja e mistura bem.
- Deixe a repousar durante 10 horas para fermentar.
- Numa mesa polvilhada com farinha, estenda a massa e dê alguns cortes.
- De seguida, aqueça o óleo numa frigideira e coloque os rectângulos da massa.
- À medida que vão ficando dourados, vire-os. E quando estiverem fritos, coloque-os sobre o prato com papel absorvente.
- Depois de fritos, pode polvilhar com açúcar mascavado biológico (ou geleia de milho).

Análise Nutricional
Proteínas: 74g
Lípidos: 10g
HC: 359g
Calorias (total): 1985 kcal
Calorias: 132 kcal p/ filhós

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009

Mais uma marca de "PESO" na Nutrição Desportiva: GASPARI NUTRITION

E porque não podemos parar de inovar, apresentamos agora mais uma marca de nutrição desportiva:

GASPARI NUTRITION
Começamos com 3 produtos e vamos continuar a crescer. Por ora temos para os nossos clientes os seguintes produtos:


1 - MyoFusion Gaspari Nutrition
Uma proteína de qualidade e sabor excelentes!




2 - PlasmaJet Gaspari Nutrition
O produto de óxido nítrico mais intenso e mais eficaz!




3 - Novedex XT Gaspari Nutrition
Aumento da massa muscular, força e resistência!

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Exercícios para trabalhar os músculos dorsais

Esta semana seleccionámos para si os exercícios mais eficazes para trabalhar os músculos dorsais e explicamos-lhe tudo o que deve ter em conta para os realizar correctamente.



Elevações na Barra
Eleve o corpo até ficar com o queixo junto da barra e volte a descer.

 

Puxador à Nuca
Puxe a barra até à nuca. As mãos estão em pronação e bem afastadas. Aponte os cotovelos para o chão.
 
 

 
Puxador a 45 graus
Puxe a barra até à base do esterno com as costas direitas e os cotovelos o mais para trás possível.
 

Remada no Puxador
Puxe a barra até à base do esterno com as costas direitas e os cotovelos o mais para trás possível.
 
 
 

Puxador à frente
Puxe a barra até à base do esterno com as costas direitas e os cotovelos o mais para trás possível.
 
 
 

Pega Estreita
Puxe a barra até ao peito com as costas direitas e os cotovelos o mais para trás possível.
 
 
 
Remada com Barra
Incline o tronco a 45 graus, costas direitas e joelhos ligeiramente flectidos. Segure a barra com as mãos em pronação. Suba a barra junto às coxas até ao umbigo apontando os cotovelos para trás.
 
 
Remada com um Haltere
Segure o haltere em semipronação, estabilize as costas e o core e puxe o haltere para cima mantendo o braço junto ao tronco e o cotovelo apontado para o tecto.
 
 
Remada no puxador a uma mão
Segure a pega em semipronação, estabilize as costas e o core e apoie a mão contrária na máquina. Puxe a pega para cima mantendo o braço junto ao tronco e o cotovelo apontado para o tecto.
 
 

Pull Over
Desça os halteres atrás da cabeça, flectindo ligeiramente os cotovelos e volte à posição inicial.

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Os Momentos estão agora condensados num só!

Em vez de 3 dias com descontos em 3 produtos, mudámos para 1 momento com 9 produtos!

Todas as Quartas-feiras, das 11h ao meio-dia, visite-nos e usufrua destes descontos bombásticos!

Até já,

Enetural

sexta-feira, 27 de novembro de 2009

Ideias para aumentar a actividade física no Natal



Com o Natal à porta temos que nos preparar. É inevitável que vamos comer e beber demais e que vamos fazer exercício a menos. Aliás, nós até já estamos a pensar no recheio do peru e do queijo da serra que nos espera no dia de natal, para não falar nas sobremesas! Foi exactamente ao pensar nos prazeres da degustação que nos lembrámos que seria interessante procurar uma forma de manter a linha sem ter que ir ao ginásio.

Temos ideias loucas e outras mais tradicionais, mas fica o desafio de aproveitar as compras de natal para se pôr em forma física!

Aproveitar as compras de Natal para manter a linha:
- Já que tem de escolher os presentes, caminhe pelos centros comerciais sem utilizar as escadas rolantes. Na rua, opte por complementar as compras com um passeio;
- Não perca tempo à procura de lugares à porta: só por um mês, não existe “estacionar o carro muito longe”;
- Faça as compras por ordem alfabética. Primeiro o arroz, depois o bacalhau, depois o café… Pode demorar mais tempo, mas já queimou mais calorias no processo;
- Ofereça presentes que estimulem a actividade física; uma adesão ao health club, um par de ténis, uma raquete, um fato de mergulho ou uma bicicleta;
- Em tempo de festa, organize eventos familiares que impliquem actividade física. Ex: na noite de Natal, uma caça ao presente;
- No Supermercado use o cesto em vez do carrinho para desenvolver os bíceps (particularmente apropriado no dia da compra do peru!);
- Se vive na cidade faça as compras em lojas de bairro e caminhe a pé entre elas, depois volte com o carregamento de sacos todos juntos para casa (para os mais corajosos façam o percurso sem casaco, o frio é um dos melhores termogénicos naturais).

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

A eNetural vai treinar consigo!

Muitos dos nossos clientes perguntam quais os melhores exercícios para fazer no ginásio. Uma vez que o nosso objectivo é ajudar os consumidores dos nossos produtos a maximizarem os efeitos dos seus treinos, vamos publicar ao longo dos próximos dias vários planos de treino para grupos musculares distintos. 

Experimente!! Bom treino!


Circuito de Fitness – Exercícios Peito


Supino Plano
Deite-se num banco plano e fixe bem os pés. Segure a barra com as mãos em pronação e afastadas de forma a fazer um ângulo recto no final do movimento.



Supino Inclinado
Deite-se num banco inclinado entre 45 e 60 graus e fixe bem os pés. Segure a barra com as mãos em pronação e afastadas de forma a fazer um ângulo recto no final do movimento.


Supino Declinado
Deite-se em declive sobre um banco com uma inclinação entre 20 e 40 graus. Fixe bem os pés. Segure a barra com as mãos em pronação e afastadas de forma a fazer um ângulo recto no final do movimento.
 

Aberturas Planas
Afaste os braços lateralmente até à altura do banco e suba de novo.



Aberturas Inclinadas
Afaste os braços lateralmente até à altura do banco e suba de novo.



Aberturas Declinadas
Afaste os braços lateralmente até à altura do banco e suba de novo. Mantenha os pés bem fixos.

Press Horizontal
Empurre os alteres na direcção do tecto, mantendo os cotovelos ligeiramente flectidos e os braços à largura dos ombros. Desça os alteres até ficar com as mãos alinhadas com o peito, mantendo os cotovelos apontados para o chão.


Press Inclinado
Empurre os alteres na direcção do tecto, mantendo os cotovelos ligeiramente flectidos e os braços à largura dos ombros. Desça os alteres até ficar com as mãos alinhadas com o peito, mantendo os cotovelos apontados para o chão.


Press Declinado
Empurre os alteres na direcção do tecto, mantendo os cotovelos ligeiramente flectidos e os braços à largura dos ombros. Desça os alteres até ficar com as mãos alinhadas com o peito, mantendo os cotovelos apontados para o chão.


Press na Máquina
Empurre as pegas na direcção do tecto, mantendo os cotovelos ligeiramente flectidos e os braços à largura dos ombros. Desça até ficar com as mãos alinhadas com o peito, mantendo os cotovelos apontados para o chão.


Peck Deck
Cotovelos à altura dos ombros, mãos abertas e amplitude máxima dento do conforto.


Cross Over
Suba os braços lateralmente até onde conseguir manter os ombros estáveis. Desça até à posição inicial. Os cotovelos estão ligeiramente flectidos durante todo o movimento. Estabilize o core.


Fundos
Desça o corpo devagar, apontado os cotovelos para trás e mantendo-os junto ao tronco. Suba novamente mantendo a cintura escapular e o core estabilizados. Quanto mais inclinar o tronco, mais solicita o peitoral.